Fibrose cística


>



fibrose cística é uma doença, é hereditáriaa e afeta tanto homens quanto mulheres. Esta doença genética faz com que determinadas glândulas produzam secreções anormais, sendo no trato digestivo, pulmões e também no sistema reprodutor onde a sintomatologia á mais grave e incapacitante.

O diagnóstico pode ser confirmado através da dosagem de sódio e cloro no suor e também de exame de sangue, DNA e o exame dopézinho que se faz ao nascer. 

Os sintomas são muito variados, mas por alterar a composiçaõ química de todas as glândulas que produzem alguma secreção desde prodção do suor até da bile pelo pancrêas. E em relação ao aparelho digestivo, é comum a insuficiência pancreática, ocasionando a síndrome de má-absorção, cirrose biliar, obstrução intestinal e, frequentemente refluxo.

No âmbito do aparelho reprodutor, nas mulheres, o muco vaginal é espesso e com características bioquímicas alteradas dificulta a sobrevivência do espermatozóide resultando em infertilidade. Nos homens ocorre uma baixa na produção dos espermatozóides ou simplesmente a ausência da produção.

Entre os sintomas otorrinolaringológicos da Fibrose Cistica, descreve-se a produção de secreção salivar espessa ainda na infância, com dilatação e fibrose dos ductos glandulares.

As principais causas de morte entre os pacientes com Fibrose Cistica está relacionada à insuficiência respiratória e à desnutrição derivada da síndrome de má absorção.

O tratamento dependerá da idade do paciente e do grau de evolução da doença, mas os objetivos do tratamento será sempre a manutenção adequada do estado nutricional e tratamento das complicações especialmente pulmonares. A fisioterapia é um dos principais pilares no tratamento do paciente com fibrose cística que contribui para a qualidade de vida, estimulando a atividade física e fornecendo suporte psicosocial.

Fibrose cística Fibrose cística Revisado by ADMIN on 10:41 Nota: 5