Distúrbios respiratórios do sono


>




 Um estudo realizado na Grécia e publicado na revista médica European Journal of Pediatrics de março de 2010discutiu os distúrbios respiratórios do sono na infância. Os distúrbios respiratórios do sono constituem um problema relativamente comum na infância, apresentando-se de várias maneiras, desde o ronco primário, sem prejuízo aparente da qualidade de vida, até a apneia obstrutiva do sono com anormalidades cognitivas, cardíacas e de crescimento.

O diagnóstico inclui história, exame clínico, avaliações radiológicas e estudos do sono. A aplicação e a interpretação destes métodos não são consistentes e não foi estabelecido um consenso sobre as melhores opções de tratamento. Tradicionalmente, a adenoamigdalectomia foi considerada o tratamento de escolha. Falhas no tratamento ou recorrências, bem como a existência de outros fatores causais e contributivos, além da hipertrofia adenoamigdaliana, como obesidade, malformações faciais e síndrome de Down, têm mudado o conceito da adenoamigdalectomia como tratamento curativo.

Várias outras opções de tratamento foram propostas, isoladas ou em combinação. Pressão positiva contínua nas vias aéreas, medicamentos anti-inflamatórios, tratamentos maxilofaciais e ortodônticos sugerem a necessidade de abordagem multidisciplinar em alguns casos. Os autores propõem a realização de diagnóstico e tratamento baseado em evidências para crianças normais e com condições específicas.

Fonte: European Journal of Pediatrics, Volume 169, Number 3, March 2010.
Distúrbios respiratórios do sono Distúrbios respiratórios do sono Revisado by ADMIN on 12:17 Nota: 5