Aprenda a tossir e tenha um pulmão sem secreção


>



Tossir nem sempre é sinal de algo ruim. Pelo contrário. Tossir corretamente é uma forma de expelir catarro e evitar a doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC) que, no idoso, pode ser fatal. Ensinar a tossir corretamente é uma das formas que a fisioterapia tem para prevenir complicações na terceira idade.  Mas também vale ficar atento a qualquer mudança no comportamento para evitar a internação hospitalar.

Com uma projeção da Organização Mundial da Saúde (OMS) de que, em 2025, 15% da população tenha idade acima dos 60 anos, o envelhecimento e as doenças que são mais graves nessa faixa etária se tornam problema de saúde pública. Ainda mais considerando que, hoje, a DPOC, segundo dados do Sistema Único de Saúde (SUS), já é a terceira causa de internação hospitalar. No Brasil, no ano passado, segundo números do Departamento de Análise do Sistema de Saúde (DASIS), do Ministério da Saúde, foram mais de 70 mil mortes na terceira idade decorrentes de doenças respiratórias.

No entanto, segundo as fisioterapeutas, grande parte dessas doenças ´´é evitável´´. O principal cuidado, segundo elas, é estar atento a alguns sinais que podem até ser sutis, mas são importantes para evitar a internação hospitalar, quando os sintomas já se agravaram, e até o óbito. A percepção tem que estar bem aguçada, pois as mudanças são sutis no idoso, mas há coisas que não são próprias do envelhecimento sadio. O paciente acamado, além do comprometimento com a parte psicológica, tem contato com outros tipos de doenças. Mudanças como apatia, tosse e mal-estar, ´´um cansaço a mais´´ e ´´não querer levantar da cama´´, por exemplo, já justificam, segundo as profissionais, uma consulta médica. No idoso, a febre não aparece rápido como no adulto, e, às vezes, quando ela dá sinal, o caso já é grave. O sistema imunológico nessa faixa etária é diminuído, daí a importância da vacinação contra a gripe, que nessa idade pode evoluir rapidamente para uma pneumonia

A fisioterapia é uma das ferramentas que tanto pode agir na prevenção, quanto no tratamento da doença pulmonar. A atividade física dirigida para a terceira idade, além de melhorar a imunidade, colabora para manter a boa ventilação dos pulmões e a ausência de secreção. Uma musculatura abdominal forte, ressalam é importante para que a tosse também seja forte, e apresente maior expulsão de ar. É por isso que a tosse, usada de forma terapêutica, dirigida e assistida, é um método que pode evitar outro mais invasivo, como a aspiração. O treino da tosse é importante para que ela seja eficaz, e isso significa uma tosse capaz de eliminar adequadamente o catarro. A tosse só é ruim quando é irritativa.


Casos de pneumonia aumentam no inverno

O clima frio do inverno e as mudanças bruscas de temperatura contribuem para o aumento de seis a oito vezes da procura de pacientes com infecções respiratórias - como gripe e pneumonia - aos prontos-socorros e consultórios médicos. Segundo o Datasus (Banco de dados do Sistema Único de Saúde) são cerca de 2,1 milhões de casos de pneumonia no Brasil todos os anos. As pneumonias são infecções que acometem os pulmões, mais especificamente os alvéolos - onde ocorre a troca gasosa - que se enchem de pus, muco e outros líquidos, o que impede seu funcionamento adequado. A doença é causada por bactérias, vírus, fungos e outros microorganismos infecciosos, e tem como sintomas febre alta, tosse com secreção, dor no tórax, alterações da pressão arterial, mal-estar, falta de ar e respiração ofegante, prostração, suor intenso, calafrio e tremores e falta de apetite.

A vacina contra a gripe pode ser utilizada como método preventivo, principalmente em idosos, mas o tratamento requer o uso de antibióticos. A vacina contra o pneumococo, principal bactéria causadora da doença, também é indicada. Os idosos têm 20 vezes mais chance de contrair a pneumonia do que os jovens, por conta do sistema imunológico debilitado e a presença de outras doenças comuns na terceira idade como diabetes, problemas cardíacos e no rim. Segundo o Datasus, a mortalidade em consequência da pneumonia atinge 10 em cada 10 mil idosos entre 60 e 69 anos, incidência que aumenta de 65 para cada 10 mil pacientes com mais de 70 anos. (Reportagem Local)
Aprenda a tossir e tenha um pulmão sem secreção Aprenda a tossir e tenha um pulmão sem secreção Revisado by Faça Fisioterapia on 06:46 Nota: 5