Transtornos ocasionados pela respiração bucal








Diversos transtornos que ocorrem no organismo humano, podem estar relacionados com o hábito de respirar pela boca. A respiração bucal pode se iniciar desde os primeiros dias de vida, mas na maioria das vezes este hábito não é percebido pelos pais.

A respiração nasal é a única considerada fisiológica para o desenvolvimento da boa postura. Qualquer alteração no mecanismo funcional da respiração, poderá gerar desequilíbrios e consequentes deformidades.

Cerca de 30% das crianças em idade pré-escolar sofrem com a síndrome da respiração bucal (SRB). Este transtorno é responsável não somente por problemas de sono, ansiedade e irritabilidade, mas também pelo baixo desempenho escolar, sonolência diurna, dificuldade de concentração, problemas de crescimento, alterações posturais, dificuldade de deglutição, mastigação e oclusão, além de apresentarem maior possibilidade de desenvolvimento de infecções respiratórias.

Quando as crianças respiram pela boca, o cérebro recebe menor quantidade de oxigênio, o que prejudica a capacidade de atenção e consequentemente o rendimento escolar. Além disso, o nariz funciona como um filtro de ar e ao o respirar pela boca, todas as impurezas, como vírus e bactérias, penetram mais facilmente no nosso organismo.

As causas da respiração bucal podem ser diversas, poir isso é importante uma boa avaliação para que o tratamento seja eficaz. O tratamento, muitas vezes, envolve uma equipe multidisciplinar que poderá estar composta de dentista, fonoaudiólogo, fisioterapeuta e médico.

Fonte
Gostou o texto? Nos siga nas redes sociais: Instagram, Facebook e Twitter

Quer anunciar neste blog?
Mande uma mensagem no Whatsapp clicando aqui

Quer sugerir uma pauta?
Mande uma mensagem no Whatsapp clicando aqui ou um email clicando aqui

Tenho indicações para você apofundar seus estudos em Cardiologia. Espia só:
  • Sistema Cardiovascular: anatomia e fisiologia
  • Curso de Eletrocardiograma Básico
  • Drive Virtual de Fisioterapia na Cardiologia
  • Curso Online de Fisioterapia Aplicada à Cardiologia


  • Poste um Comentário

    Tecnologia do Blogger.