Tosse assistida na Fisioterapia Respiratória


>




A fisioterapia respiratória é um recurso complementar muito eficaz no tratamento de uma grande variedade de doenças pulmonares, nas quais existe um certo grau de dificuldade em respirar e/ou se produz uma acumulação de secreções que obstruem os brônquios.

Este tipo de fisioterapia é especialmente recomendado em algumas doenças pulmonares crônicas, como a asma brônquica, a bronquite crônica, o enfisema, as bronquiectasias e o cancro bronco-pulmonar. Todavia, é muito importante que seja sempre o médico a indicá-la, pois também existe o perigo de algumas contra-indicações.

Os exercícios e as técnicas que facilitam a respiração e a drenagem das secreções brônquicas costumam ser simples e de fácil execução. No entanto, é o fisioterapeuta que deve selecionar os procedimentos adequados para cada caso específico, devendo igualmente executá-los com o paciente para que este aprenda a efetuá-los

Existem vários procedimentos para desencadear a tosse ou fazer com que a mesma seja mais eficaz, de modo a conseguir a expulsão da expectoração:

• Efetuar uma inspiração profunda, seguida de pequenos sopros expiratórios alternados com breves pausas.

• Realizar cinco inspirações consecutivas sem expirar, de modo a aumentar o volume pulmonar e, consequentemente, tossir.

• Inspirar e expirar profundamente três vezes seguidas e, depois, tossir voluntariamente.

Estes procedimentos são muito úteis nos pacientes com dificuldades para expulsar as secreções brônquicas e constituem um complemento eficaz para a fisioterapia respiratória.

Tosse assistida na Fisioterapia Respiratória Tosse assistida na Fisioterapia Respiratória Revisado by Faça Fisioterapia on 07:00 Nota: 5