Critérios de indicação do início da ventilação mecânica na insuficiência respiratória aguda


>






A indicação da intubação traqueal para ventilação mecânica deve ser baseada em critérios clínicos, embora alguns parâmetros gasométricos auxiliem nesta decisão. Os critérios gasométricos mais amplamente difundidos como indicadores de intubação traqueal são:

• PaO2<60 mmHg (ou SaO2<90%), mesmo após oferta de oxigênio sob máscara; • PaCO2>55 mmHg (exceto em pacientes cronicamente retentores de gás carbônico), sobretudo quando determina acidose respiratória (pH menor que 7,30 a 7,25).

Os critérios gasométricos devem ser encarados apenas como diretrizes gerais. Muitas vezes, pacientes com valores ainda aceitáveis de gases arteriais, mas clinicamente desconfortáveis e, principalmente, sem perspectiva de melhora no curto prazo, devem ser prontamente intubados.

Deve-se lembrar que a intubação traqueal pode ser um procedimento de difícil execução e sua realização ainda com um certo grau de reserva funcional do paciente é desejada.

O contrário também pode ocorrer, ou seja, um paciente já com indicação gasométrica para intubação, mas com perspectivas de melhora da condição que está causando a insuficiência respiratória aguda (IRpA) em um curto espaço de tempo, pode ter o procedimento protelado, desde que sob rigorosa vigilância clínica e da saturação da hemoglobina pelo oxigênio.

Entre as condições clínicas que indicam intubação em paciente com IRpA, independentemente dos achados da gasometria arterial, destacam-se:

• nível de consciência rebaixado, impedindo o controle adequado do paciente sobre a patência de suas vias aéreas superiores;

• falência cárdio-circulatória concomitante: choque circulatório, sinais de isquemia miocárdica, arritmias graves;

• paciente com grande trabalho respiratório, com taquipnéia persistente e utilização da musculatura acessória da respiração, para manter valores limítrofes na gasometria arterial.

Deve-se considerar ainda que o suporte ventilatório não-invasivo pode substituir a ventilação mecânica em muitas de suas indicações.

Assim, atualmente, muitas vezes a intubação traqueal ocorre após falha da ventilação não-invasiva ou por contra-indicação de seu uso.
Critérios de indicação do início da ventilação mecânica na insuficiência respiratória aguda Critérios de indicação do início da ventilação mecânica na insuficiência respiratória aguda Revisado by Faça Fisioterapia on 03:55 Nota: 5