Fisioterapia respiratória auxilia no tratamento de secreções nos pulmões


>




A instabilidade climática do fim de ano faz aumentar os casos de doenças respiratórias, principalmente em crianças e idosos.

Como em muitos casos os pequenos não conseguem se livrar das secreções e os quadros de gripes e resfriados podem acabar evoluindo para infecções mais graves. Por isso, os médicos costumam indicar, além de remédios, a fisioterapia respiratória como auxiliar no tratamento desse tipo de doença.

A fisioterapeuta, Rosa Garbino, garante que o tratamento melhora a entrada e saída do ar dos pulmões. As sessões duram em média 15 minutos e são feitas como se fosse uma massagem no corpo da criança. Mas tudo com técnicas para acompanhar os movimentos que estimulam o bebê a desenvolver melhor a capacidade de respiração.

"Se a criança é muito pequena a gente acompanha os movimentos respiratórios . se a criança é mais crescida e ela consegue interagir, dar o comando e ela fazer, aí a gente já diz o que quer e dentro do movimento que ela realiza pelo comando  utilizamos a técnica específica", explicou.

Ainda segundo a fisioterapeuta, o problema que começa com uma simples tosse, pode evoluir para complicações respiratórias mais graves como bronquite, pneumonia, asma, rinite, sinusite e rinossinusite.

Essa fisioterapia não é exclusiva dos bebês. Pode ser feita em pacientes de qualquer idade, com o mesmo objetivo. E também em idosos, que apresentam praticamente as mesmas dificuldades que as crianças.

Para começar a fazer fisioterapira respiratória, o paciente precisa primeiro consultar um médico e receber a orientação adequada sobre qual tratamento deve seguir.

Fisioterapia respiratória auxilia no tratamento de secreções nos pulmões Fisioterapia respiratória auxilia no tratamento de secreções nos pulmões Revisado by Faça Fisioterapia on 05:06 Nota: 5