Fisioterapia Respiratoria com Treino da Musculatura Respiratória nas Intercrises de Asma







Autores: Alexandre de Moura Brandão Nogueira
Raquel Oliveira de Carvalho.


A asma é uma síndrome de caráter obstrutivo reversível caracterizada por hiperreatividade brônquica, broncoespasmo e recorrentes sibilos. Diversos fatores podem provocar as manifestações clínicas da asma: hereditariedade; fator endócrino; fator psíquico e nervoso; exercício físico; infecção; clima e a poluição. A hiper-reatividade brônquica decorrente de um bloqueio betadrenérgico se representa pelo broncoespasmo, hipersecreção e edema que diminui ainda mais o calibre das vias aéreas, com diminuição da luz brônquica. Os sintomas mais comuns da asma são: falta de ar, tosse e o chiado no peito. A tosse geralmente é seca, dolorosa e ineficaz. Durante o tratamento o terapeuta promove a mobilidade da musculatura torácica e a atividade da musculatura respiratória; enfatizando também a reeducação funcional diafragmática, remoção das secreções e tolerância aos exercícios.

Saiba mais clicando aqui
Gostou o texto? Nos siga nas redes sociais: Instagram, Facebook e Twitter

Quer anunciar neste blog?
Mande uma mensagem no Whatsapp clicando aqui

Quer sugerir uma pauta?
Mande uma mensagem no Whatsapp clicando aqui ou um email clicando aqui

Tenho indicações para você apofundar seus estudos em Cardiologia. Espia só:
  • Sistema Cardiovascular: anatomia e fisiologia
  • Curso de Eletrocardiograma Básico
  • Drive Virtual de Fisioterapia na Cardiologia
  • Curso Online de Fisioterapia Aplicada à Cardiologia


  • Poste um Comentário

    Tecnologia do Blogger.