Uma equipe de pesquisadores da Universidade da Califórnia (San Diego School of Medicine) descobriu um gene defeituoso que sinaliza para uma ...

Nova esperança para a fibrose cistica









Uma equipe de pesquisadores da Universidade da Califórnia (San Diego School of Medicine) descobriu um gene defeituoso que sinaliza para uma proteína chamada peroxisome proliferator-activated receptor-γ (PPAR-γ) é responsável por uma parcela dos sintomas da doença na fibrose cística, e que a correção desse gene defeituoso reduz os sintomas da doença em ratos.

Esta descoberta pode levar a novos alvos terapêuticos para pacientes com fibrose cística.

A fibrose cística é a mais comum e letal doença genética entre brancos, que ocorre em uma em cada 3.000 nascimentos. A doença é uma condição multissistêmica que leva à insuficiência respiratória progressiva, insuficiência pancreática e obstrução ou bloqueio gastrointestinal.

O estudo foi publicado na edição de 14 de fevereiro da revista 
Nature Medicine.

Acesse o blog Faça Fisioterapia


Gostou o texto? Nos siga nas redes sociais: Instagram, Facebook e Twitter



Quer anunciar neste blog?
Mande uma mensagem no Whatsapp clicando aqui

Quer sugerir uma pauta?
Mande uma mensagem no Whatsapp clicando aqui ou um email clicando aqui

O Único clube exclusivo de educação continuada em Fisioterapia Intensiva e Hospitalar do Brasil. Domine os conceitos fundamentais e avançados da fisioterapia intensiva e hospitalar, na velocidade de sua necessidade mesmo que não saiba por onde começar. Clique aqui

Poste um Comentário

Faça Fisioterapia