Nova esperança para a fibrose cistica









Uma equipe de pesquisadores da Universidade da Califórnia (San Diego School of Medicine) descobriu um gene defeituoso que sinaliza para uma proteína chamada peroxisome proliferator-activated receptor-γ (PPAR-γ) é responsável por uma parcela dos sintomas da doença na fibrose cística, e que a correção desse gene defeituoso reduz os sintomas da doença em ratos.

Esta descoberta pode levar a novos alvos terapêuticos para pacientes com fibrose cística.

A fibrose cística é a mais comum e letal doença genética entre brancos, que ocorre em uma em cada 3.000 nascimentos. A doença é uma condição multissistêmica que leva à insuficiência respiratória progressiva, insuficiência pancreática e obstrução ou bloqueio gastrointestinal.

O estudo foi publicado na edição de 14 de fevereiro da revista 
Nature Medicine.

Acesse o blog Faça Fisioterapia

Gostou o texto? Nos siga nas redes sociais: Instagram, Facebook e Twitter

Quer anunciar neste blog?
Mande uma mensagem no Whatsapp clicando aqui

Quer sugerir uma pauta?
Mande uma mensagem no Whatsapp clicando aqui ou um email clicando aqui

Tenho indicações para você apofundar seus estudos em Cardiologia. Espia só:
  • Sistema Cardiovascular: anatomia e fisiologia
  • Curso de Eletrocardiograma Básico
  • Drive Virtual de Fisioterapia na Cardiologia
  • Curso Online de Fisioterapia Aplicada à Cardiologia


  • Poste um Comentário

    Tecnologia do Blogger.