Espirometria


>



O que é ?

Espirometria é um exame habitualmente utilizado na investigação e acompanhamento de diversas doenças pulmonares. Este exame consiste na realização de medidas de fluxos e volumes pulmonares que são obtidos quando o paciente faz movimentos de inspiração (puxa o ar para dentro) e expiração (solta o ar) forçadas. Os "sopros" dados pelo paciente são interpretados pelo aparelho, que os transforma em valores numéricos e em gráficos, muito importantes para o médico avaliar a capacidade pulmonar de uma pessoa, e verificar se esta não apresenta sintomas ou se é portadora de alguma doença pulmonar.

Atualmente espirômetros portáteis podem ser acoplados a qualquer computador e realizar exames de excelente qualidade.


Resultados do exame

Os resultados obtidos são avaliados por um médico (pneumologista com experiência em fisiologia e fisiopatologia pulmonar) e podem revelar a causa de uma doença pulmonar e sua gravidade. No entanto, nem todos pacientes conseguem fazer adequadamente uma espirometria, e estima-se que até 15% dos exames realizados não devem ser aceitos pela dificuldade da pessoa de compreender os comandos do examinador ou de conseguir fazer os movimentos respiratórios da forma como é necessária para um exame correto. Isso ocorre por vários motivos, dentre eles, a presença de doença respiratória grave, doença neurológica ou muscular, ou até mesmo por simples falta de coordenação entre os comandos dados pelo técnico que conduz o exame e a atuação do paciente. Portanto, é necessário que o examinando estabeleça uma boa relação com o examinador e que diga se tem dificuldades pois, de outra forma, o exame deverá ser repetido caso "dê errado", o que pode ser desgastante.


Para que tipo de paciente é indicada a espirometria?

Pacientes com enfisema pulmonar, bronquite crônica, asma brônquica, e outras doenças pulmonares crônicas (doenças intersticiais) devem realizar o exame não só para confirmação de seu diagnóstico, como também para acompanhamento da sua função respiratória e das mudanças ocorridas com a introdução de novos medicamentos ou alteração em suas doses.

Muitas vezes clínicos e especialistas solicitam o exame para investigar a causa da falta de ar em seus pacientes.

Em pacientes a serem submetidos a cirurgias (em especial nos que possuem doença pulmonar ou mesmo pacientes sem enfermidades respiratórias, mas que se submeterão a cirurgias do tórax) a avaliação da função pulmonar pré-operatória pode ajudar a prever o risco de complicações pulmonares após a cirurgia.

Fumantes crônicos (tabagistas) assintomáticos não precisam realizar regularmente esse exame, uma vez que devem parar de fumar não só pelo risco de desenvolvimento de doença pulmonar,mas também pelo elevado risco de infarto do miocárdio, acidente vascular encefálico (derrame cerebral), e outras doenças vasculares. No entanto, a detecção de doença pulmonar em indivíduos assintomáticos pode ser fator determinante para sua conscientização e conseqüente interrupção do hábito de fumar.

 Fonte: Medscape

Espirometria Espirometria Revisado by Faça Fisioterapia on 07:24 Nota: 5